Configurando a área para os cenários de proteção de perímetro - KiwiVision™ 4.4.0 | Security Center 5.9.4.0

Guia do usuário KiwiVision™ para Security Center 5.9.4.0

Applies to
KiwiVision™ 4.4.0 | Security Center 5.9.4.0
Last updated
2020-11-06
Content type
Guias
Guias > Guia do usuário
Language
Português (Brasil)
Product line
Version
4.4

É possível definir uma área com várias regiões para que os eventos sejam acionados apenas quando forem detectadas pessoas deslocando-se da região de origem para a região de alarme.

O que você deve saber

Diferentemente dos cenários de proteção de área e controle de direção, as áreas nos cenários de proteção de perímetro consistem em pelo menos uma região de origem, uma região de transporte e pelo menos uma região de alarme, em vez de apenas uma região de alarme. Para acionar um alerta, as pessoas devem ser detectadas passando pelas três regiões na seguinte ordem:
Região da origem
Esta região é verde e define o ponto de entrada de uma pessoa na área.
Região de transporte
Esta região é amarela clara e conecta a região de origem à região de alarme.
Região de alarme
Esta região é vermelha e define a seção da área a partir da qual um alerta é acionado quando uma pessoa entra na região após passar pelas regiões de origem e de transporte.
NOTA: Também é possível definir estas regiões da área no cenário personalizado do detector de intrusão.

É possível habilitar a opção Exibir grade de movimento para visualizar a sensibilidade da sua configuração. Esta opção exibe os blocos de análise que compõem uma área em cores diferentes para mostrar quando estão ativos e quando a velocidade, o desvio do caminho e a distância do percurso são detectados corretamente.

Procedimento

  1. Na página inicial do Config Tool, abra a tarefa Vídeo.
  2. Na exibição de área, selecione uma câmera à qual um cenário de análise foi aplicado.
  3. Clique em Análise de vídeo > Monitoramento de segurança e clique no cenário que deseja configurar.
  4. Clique na guia Áreas.
  5. Defina a região do alarme e a região de origem:
    1. Clique e arraste uma região para movê-la para o local na cena desejada.
    2. Clique e arraste os pontos brancos para ajustar a forma e o tamanho da região.
    3. (Opcional) Use a barra de ferramentas () para:
      • Adicionar áreas ()
      • Adicionar regiões de origem () ou regiões de alarme () adicionais
      • Remover a região selecionada ou o ponto selecionado ()
        NOTA: Quando uma área ou ponto é selecionado, ele é amarelo.
  6. No campo Nome da área, renomeie a área selecionada.
  7. Na seção Rastreamento, defina as seguintes configurações:
    Velocidade mínima
    A velocidade mínima que um objeto ou pessoa deve se deslocar para disparar um alerta.
    NOTA: A estimativa de velocidade é baseada na perspectiva configurada e depende da precisão da configuração.
    Velocidade máxima
    A velocidade máxima que um objeto ou pessoa deve se deslocar para disparar um alerta. Quando esta velocidade máxima é excedida, nenhum alerta é disparado. Esta opção pode ser usada para ignorar objetos muito rápidos, como trens.
    Distância mínima de deslocamento
    A distância mínima que um objeto ou pessoa deve se deslocar para disparar um alerta. Aumentar este valor pode ajudar a minimizar alertas falsos devido a pequenos movimentos, como árvores se movendo com o vento.
    NOTA: A distância é estimada baseada na perspectiva configurada, que pode resultar em imprecisões.
  8. Na seção Alerta, defina as seguintes configurações:
    Tempo mínimo entre alertas
    o período mínimo entre alertas que pode ser disparado para uma área. O uso de um valor baixo garante que diversos alertas que fazem parte de um único evento real sejam capturados. O uso de um valor alto pode suprimir alertas válidos que ocorrem rapidamente, um após o outro.
    Tempo de ativação do alerta
    o período durante o qual uma detecção deve permanecer em uma região de alarme antes que possa disparar um alerta. O uso de um valor alto remove o ruído de câmera, mas pode resultar em alertas perdidos.
    Tamanho mínimo de detecção
    especifica o quanto do objeto detectado deve estar ativo na região do alarme para acionar um alerta. O uso de um valor baixo pode fazer com que pequenos padrões de movimento, tais como animais, sejam detectados. O uso de um valor alto pode resultar na perda de detecções de pessoas ou objetos.
    Detectar todos os blocos ativos
    quando esta opção é selecionada, os blocos ativos em qualquer lugar da área definida podem acionar alertas.
    Detectar somente blocos conectados
    quando esta opção é selecionada, apenas os blocos ativos adjacentes podem disparar alertas. Esta opção minimiza alertas falsos causados por movimentos dispersos, como ruídos da câmera.
  9. Clique em Aplicar.