Aprimoramentos de plataforma em Security Center 5.10.0.0 - Security Center 5.10.1.0

Notas de versão do Security Center 5.10.1.0

Applies to
Security Center 5.10.1.0
Last updated
2021-08-05
Content type
Notas de versão
Language
Português (Brasil)
Product
Security Center
Version
5.10

O Security Center 5.10.0.0 inclui os seguintes aprimoramentos de plataforma.

Aprimoramentos gerais

Novo SQL Server 2019 Edição expressa
Agora você pode atualizar seu servidor de banco de dados para o SQL Server 2019 Express Edition através do instalador do Security Center.

Para mais informações sobre as condições exigidas, consulte Instalar o servidor principal do Security Center.

Nova aparência para a ajuda do Security Center
A ajuda acessada ao clicar em F1 no Config Tool e no Security Desk agora está disponível em um formato responsivo de ajuda da web. Os arquivos de ajuda do Guia do administrador do Security Center e do Guia do usuário do Security Center incluem as seguintes melhorias:
  • Layout HTML5 flexível que se adapta a qualquer dispositivo
  • Recurso de preenchimento automático da pesquisa
  • Aumento de mídias avançadas para possibilitar mais interatividade
  • Design moderno e intuitivo
Desativar conta de administrador padrão
Agora é possível desativar a conta de administrador padrão do Security Center no Config Tool. Ao usar autenticação de terceiros para usuários do Security Center, recomendamos desativar todas as contas de usuários locais para garantir que todas as contas seguem as mesmas políticas de autenticação.
Resultados do relatório
O valor máximo padrão para a consulta do relatório agora é 50.000. O limite anterior era 10.000.
Recorrência mensal e anual para tarefas agendadas
Agora é possível agendar tarefas que se repetem no mesmo dia todos os meses ou no mesmo dia todos os anos.

Para obter mais informações, consulte Agendar tarefa.

Informações do observador para relatórios de integridade
Uma nova coluna, entidade observadora, foi adicionada aos relatórios Histórico de integridade e Estatísticas de integridade. A coluna da entidade observadora indica qual entidade (função, servidor, unidade e assim por diante) comunicou o evento. Essa informação adicional fornece uma melhor compreensão do que está acontecendo no sistema, possibilitando uma resolução mais rápida de problemas.

Por exemplo, uma câmera que falha pode ser comunicada como Conexão com a câmera interrompida inesperadamente pelo Archiver, mas como Entidade está offline pelo Directory. Mas se o Archiver não comunicar nada, podemos suspeitar que o Archiver está fora do ar.

IU melhorada para configuração de evento para ação
Agora é possível selecionar um Domínio na página de configuração Ações do Config Tool para limitar as escolhas dos eventos de origem aos relacionados ao domínio selecionado. Os domínios que você pode selecionar são:
  • Tudo
  • Controle de acesso
  • ALPR
  • Detecção de intrusão
  • Vídeo

Fusão de registros e ingestão de dados

Ingestão de dados
Agora é possível importar dados de fontes externas para o Security Center sem ter que desenvolver código algum. Por meio da nova função Record Caching Service, é possível definir tipos de dados personalizados como qualquer combinação de cadeias de caracteres, números, carimbos de data e hora, imagens e até mesmo entidades do Security Center. Novos dados podem ser importados por meio de um arquivo simples ou inseridos manualmente em um mapa. Os dados ingeridos podem ser usados para acionar eventos e realizar análise de correlação e podem ser exibidos em mapas e painéis. Para obter mais informações, consulte Sobre ingestão de dados.
Correlação de dados
Você pode aproveitar os dados ingeridos por meio da função Record Caching Service para derivar inteligência útil usando a nova tarefa de investigação Registros. Para obter mais informações, consulte Usando correlação para derivar informações úteis.

Aprimoramentos do mapa

Importação de Objeto de mapa
A importação de objetos de mapa não está mais limitada a arquivos AutoCAD. Agora é possível importar objetos de mapa de outros tipos de arquivo, como JSON, CSV, XLSX e assim por diante. Com essa flexibilidade adicional, a sua equipe de segurança agora pode aproveitar o trabalho realizado pelas suas equipes de instalações, importando o arquivo que eles mantêm sobre a localização de câmeras e outros dispositivos de segurança, como arquivos simples, para atualizar automaticamente as suas posições nos mapas do Security Center. Para obter mais informações, consulte Importando objetos de mapas de arquivos simples.
Suporte à geocodificação
Agora é possível aumentar o zoom em um local específico do mapa inserindo um endereço de rua na tarefa Mapas no Security Desk, graças ao nosso novo suporte à geocodificação. As pesquisas geocodificadas são suportadas pelos seguintes provedores de mapas: Google, Bing e Esri. Os dois primeiros serviços de geocodificação são hospedados na web, portanto, é necessária uma conexão com a Internet. Para a Esri, o serviço de geocodificação é hospedado no servidor ArcGIS e, portanto, pode ser hospedado localmente. Para obter mais informações, consulte Barra de ferramentas Mapas.
Tempo de execução do Esri ArcGIS atualizado
O SDK do tempo de execução do ArcGIS v10.x foi desativado e não é mais suportado pela Esri. Começando com o Security Center 5.10.0.0, o provedor de mapa da Esri agora usa o SDK do tempo de execução ArcGIS v100.8. O novo SDK é instalado automaticamente pelo Security Center e não requer mais um pacote de instalação separado. Esta atualização mantém compatibilidade total com versões anteriores de mapas Esri existentes.

Para obter mais informações, consulte Conectar o Map Manager ao provedor de mapas ArcGIS da ESRI.

Exibir estados do relé de saída
O estado dos relés de saída agora é visível nos mapas. Os estados Normal (), Ativo () e Desconhecido () são indicados por um ponto colorido sobre o ícone do relé. A cor que representa os estados Normal e Ativo pode ser personalizada ou ocultada, se necessário.

Para obter mais informações, consulte Adicionar relés de saída aos seus mapas.

Alcance estendido para o FoV da câmera
Agora é possível configurar a distância máxima do campo de visão de uma câmera (FoV) além do limite de 500 metros.
Melhoria do suporte a entidades federadas
Agora é possível fazer mais com as entidades federadas no mapa. Para obter detalhes, consulte as melhorias do Federation™ na seção a seguir.

Aprimoramentos do Federation™

Manipulação de PTZ multinível
O bloqueio PTZ foi melhorado para câmeras federadas. Os comandos PTZ de entrada agora incluem o nível do usuário, ID do usuário e ID do sistema para cada nível do Security Center Federation™ pelo qual os comandos passaram. Isso permite que o Archiver priorize o controle PTZ para usuários remotos com base no seu próprio nível de usuário, em vez de o usuário federar o sistema local.
Status e ações de E/S federadas
Agora é possível monitorar o status dos pinos de entrada federados e relés de saída nos mapas. Também é possível acionar comportamentos de saída federada nos relés de saída federada de um mapa.
Comandos de câmera federada
Agora é possível enviar comandos específicos para câmeras federadas, como armar e desarmar uma câmera para análise de vídeo.
Otimização do multicast
Para melhor gerenciamento de IP e para evitar o potencial desperdício de tráfego de rede, adicionamos um intervalo separado do Media Router para transmissões locais e federadas.Para obter mais informações, consulte Sobre a função Media Router.

Aprimoramentos do Web Client

Layouts do Security Desk
Os layouts criados na tarefa Monitoramento do Security Desk agora são encontrados na guia Exibição de área da tarefa Monitoramento do Web Client. Os layouts salvos anteriormente no Web Client são encontrados na guia Layouts.
IMPORTANTE: O Web Client suporta um limite de exibição de nove blocos.
Criar credenciais
Agora é possível criar credenciais por meio do Web Client na janela de configuração Titulares de cartão ou na guia Credenciais.
IMPORTANTE: O Web Client suporta apenas PIN e métodos de entrada manual.
Configurar regras de acesso
Agora é possível adicionar, modificar e excluir regras de acesso por meio da guia Regras de acesso do Web Client.
Suporte multi-função do Media Gateway
Agora é possível selecionar qual função específica do Media Gateway que deseja usar na guia Propriedades através da função Web Server.

Aprimoramentos na detecção de intrusões

Informações de iniciador em atividades da área de detecção de intrusão
Uma nova coluna, Iniciador, foi adicionada ao relatório Atividades da área de detecção de intrusão para indicar quem ou o que disparou o evento da atividade. Por exemplo, se você configurou um evento para ação para acionar a ação Desarmar área de detecção de intrusão no evento Acesso concedido (ao titular do cartão), o titular do cartão seria o iniciador do evento Área de detecção de intrusão desarmada. Também é possível filtrar o relatório por Iniciador.
Acionar alarmes de intrusão por meio de entradas virtuais
Agora é possível acionar um alarme em qualquer área de detecção de intrusão com a ação Acionar alarme de intrusão, independentemente do modelo do painel de intrusão físico sendo usado. Isso é possível através da criação de um novo tipo de entrada de intrusão, chamada Entrada virtual ().

Uma entrada virtual é uma entrada física em um painel de intrusão conectada a uma saída física no mesmo painel. A respectiva entrada também deve ser configurada para acionar um alarme que pode ser recebido pelo Security Center. Com esta configuração, é possível acionar um alarme no painel com qualquer evento do Security Center. A fonte do evento usado para disparar o alarme é tratada como a fonte do alarme.

Por exemplo, ao criar um evento para ação para acionar a ação Acionar alarme de intrusão no evento Acesso negado (em uma porta), a porta onde o acesso está sendo negado seria exibida como a fonte do alarme na sua tarefa Monitoramento e no mapa. Se, além disso, você configurar um segundo evento para ação para acionar a mesma ação no evento Acesso negado (ao titular do cartão), o titular do cartão também será mostrado como a fonte do alarme quando o evento ocorrer.
Alarme de intrusão mostrado no mapa

Para obter mais informações, consulte Configurando o Security Center para acionar alarmes de intrusão em qualquer painel de intrusão.