Número máximo de câmeras visualizadas por tipo de cliente no Security Center 5.9 - Security Center 5.9

Guia de requisitos de sistema do Security Center 5.9

series
Security Center 5.9
revised_modified
2020-08-19

Para garantir um desempenho ideal, não exceda o número máximo de câmeras que podem ser visualizadas em cada tipo de estação de trabalho do cliente no Security Center 5.9.

O número máximo de fluxos de câmeras H.264 suportados por cada perfil de estação de trabalho do cliente é o seguinte:

Formato H.264
Resolução a 30 fps CIF

352 x 240

VGA

640 x 480

HD

1280 x 720

Full HD

1920 x 1080

Ultra HD

3840 x 2160

Taxa de bits média por câmera1 350 Kbps 1.100 Kbps 2.300 Kbps 5.500 Kbps 50.000 Kbps
Mínimo 14 6 2 1 0
Recomendado2 60 47 23 11 6
Alto desempenho2, 3

(Configuração intensiva de vídeo)

78 58 50 26 8

1 Essas são estimativas e as câmeras de diferentes fabricantes podem variar na taxa de bits com a mesma resolução e taxa de quadros. O desempenho da decodificação também pode variar de um fabricante para outro.

2 Com a aceleração de hardware ativada.

3 Usando uma placa de vídeo NVIDIA® GeForce GTX 1060 com 6 GB de RAM.

Referência de desempenho para HEVC (H.265)

A referência a seguir ilustra a taxa de bits média de uma câmera transmitindo a 20 fps usando o formato de vídeo HEVC (H.265).

A estação de trabalho de visualização possui um processador Intel® Core™ i7-4770 a 3,5 GHz de 4ª geração, com 16 GB de RAM, um disco rígido SSD e executa o Windows 8.1. A placa de vídeo usada é uma NVIDIA® GeForce® GTX 1060 com 6 GB de RAM conectada a um monitor 4K.

Formato H.265
Resolução a 20 fps VGA

640 x 480

HD

1280 x 720

UXGA

1600 x 1200

Full HD

1920 x 1080

Taxa de bits média por câmera 115 Kbps 445 Kbps 730 Kbps 3.000 Kbps
Número máximo de câmeras 77 51 31 24

Impacto da criptografia no desempenho da estação de trabalho

A criptografia de vídeo pode aumentar o uso da CPU em até 40% ao exibir vídeos em baixa resolução (CIF). O impacto torna-se menos perceptível na medida em que a resolução do vídeo aumenta, porque muito mais poder de processamento é gasto na decodificação do vídeo do que na decifração do vídeo. O impacto sobre o desempenho torna-se imperceptível ao visualizar vídeos em HD e Ultra-HD.

Impacto da marca d'água no desempenho da estação de trabalho

As marcas d'água de vídeo são renderizadas pela estação de trabalho do cliente. Esta carga extra reduz o número máximo de fluxos de vídeo ao vivo e de reprodução que podem ser exibidos simultaneamente. Em média, o número máximo de blocos que podem ser exibidos quando a aceleração de hardware está ativada é reduzido em 10%. Essa redução atinge 30% em máquinas sem aceleração de hardware. O impacto no desempenho aumenta com a resolução do vídeo.