Câmera - Aba vídeo - Security Center 5.9

Guia do Administrador do Security Center 5.9

series
Security Center 5.9
revised_modified
2020-01-20

Esta seção lista as configurações encontradas na aba Vídeo da câmera, na tarefa Vídeo.

A aba Vídeo permite que você defina várias configurações de qualidade de vídeo (resolução, taxa de quadros e assim por diante) para cada transmissãode vídeo gerada pelo codificador de vídeo. Para cada fluxo, você também pode especificar seu uso (ou função) e configurações de rede específicas.

Qualidade do vídeo

Na seção Qualidade do vídeo, você pode definir configurações que afetam a qualidade do vídeo (resolução de imagem, taxa de bits, taxa de quadros e assim por diante). Várias configurações de qualidade de vídeo podem ser definidas para o mesmo fluxo em horários diferentes.

As configurações de qualidade de vídeo podem variar de um fabricante para outro. Nenhum fabricante suporta todas elas.
NOTA: Para qualquer configuração não coberta na lista abaixo, consulte a documentação do fabricante.
Resolução
Formato de dados e resolução de imagem. As opções disponíveis dependem do tipo de unidade de vídeo que você possui.
NOTA: Em certos modelos de unidades de vídeo que suportam um grande número de feeds de vídeo (4 a 12), alguns formatos de alta resolução podem ser desativados se você habilitar todos os fluxos de vídeo, pois a unidade não pode lidar com todos os fluxos em altas resoluções.
Qualidade
A qualidade de vídeo depende de uma combinação de configurações. Config Tool propõe uma lista de configurações predefinidas para você escolher. Para ajustar cada uma delas individualmente, selecione Personalizada na lista suspensa Qualidade.
Taxa de transferência de bits
Define a largura de banda máxima (kbps) permitida para este codificador.
Modo da taxa de transferência de bits
Certos tipos de unidades de vídeo (como a Axis) permitem que você defina a taxa de bits máxima no nível da unidade. Neste caso, a lista suspensa Modo de taxa de bits fica disponível para suas configurações de taxa de bits.
Variável
A taxa de bits variável (VBR) ajusta a taxa de bits de acordo com a complexidade das imagens no vídeo. Isso usa muita largura de banda quando há muita atividade na imagem e menos largura de banda quando a área monitorada é tranquila.
Constante
A taxa de bits constante (CBR) permite que você defina uma taxa de bits alvo fixa que consumirá uma quantidade previsível de largura de banda que não irá mudar, seja o que for que ocorra na imagem. Isso requer que você defina outro parâmetro, a Prioridade de taxa de bits.
Prioridade de taxa de bits
Se você optar por manter uma taxa de bits constante, o codificador pode não ser capaz de manter a taxa de quadros e a qualidade da imagem em seus valores definidos quando a atividade na imagem aumenta. A Prioridade da taxa de bits permite configurar o aspecto da qualidade de vídeo que deseja favorecer quando for forçado a fazer uma escolha.
Taxa de quadros
Mantém a taxa de quadros à custa da qualidade da imagem.
Qualidade da imagem
Mantém a qualidade da imagem à custa da taxa de quadros.
Nenhuma
Reduz a taxa de quadros e a qualidade da imagem para manter a taxa de bits.
Taxa de quadros
Define o número de quadros por segundo (fps). Uma taxa de quadros alta (10 fps ou mais) produz vídeo fluido e é essencial para detecção de movimentos precisa. No entanto, aumentar a taxa de quadros também envia mais informações sobre a rede e, portanto, requer mais largura de banda.
Qualidade da imagem
Define a qualidade da imagem (quanto maior o valor, melhor a qualidade). Uma qualidade de imagem maior requer mais largura de banda, o que pode comprometer a taxa de quadros.
Quando a largura de banda é limitada, você deve considerar o seguinte:
  • Para manter uma qualidade de imagem muito boa, restrinja o número de imagens por segundo (taxa de quadros mais baixa).
  • Para transmitir mais imagens por segundo a uma taxa de quadros alta, reduza a qualidade da imagem.
O codificador tenta manter cada configuração de qualidade. No entanto, se a largura de banda for limitada, o codificador pode reduzir a taxa de quadros em favor da qualidade da imagem.
Configurações automáticas
Alguns modelos de codificadores (como o Bosch) permitem selecionar esta opção em vez de definir seu próprio valor para a qualidade da imagem. Para definir a qualidade da imagem manualmente, você deve selecionar Personalizado na lista suspensa Qualidade.
Intervalo do quadro-chave
Um quadro-chave é um quadro que contém uma imagem completa em si mesma ao contrário de um quadro usual que apenas possui informações que se alteraram em relação ao quadro anterior. Se a sua rede for menos confiável, você precisa de uma taxa de quadros mais alta para se recuperar mais rapidamente dos erros cumulativos no vídeo. Quadros-chave frequentes requerem maior largura de banda. Você pode especificar o intervalo de quadros-chave em segundos (1 a 20) ou por quadros (com base na taxa de quadros).
Velocidade de quadro de gravação
Grava o vídeo em uma taxa de quadros inferior à da taxa usada para visualizar o vídeo. Essa configuração economiza espaço de armazenamento, mas não reduz o uso da largura de banda. Definir a Taxa de quadros de gravação para qualquer coisa diferente de Todos os quadros bloqueia o Intervalo de quadros-chave.
Perfil e nível
Usado apenas para transmissões em MPEG-4, o perfil determina as ferramentas disponíveis ao gerar a transmissão (por exemplo, entrelaçamentos ou quadros B) e o nível limita o uso do recurso (por exemplo, taxa de bits máxima).
Tipo de objeto de vídeo
O Tipo de Objeto de Vídeo (VOT) para usar para fluxos MPEG-4. As opções disponíveis são regidas pela escolha de Perfil e nível.
Estrutura do GOP
Significa estrutura do Grupo da Imagem. É possível configurar até quatro tipos de estruturas do GOP:
I
Significa estrutura de quadros Intra. Significa que somente os quadros Intra (quadros-chave) são enviados. Isto serve principalmente para usar um multiplexador externo.
IP
Significa estrutura de quadros Intra e Prevista. Esta configuração resulta no menor atraso de vídeo possível.
IPB
Significa estrutura de quadros Intra e Prevista e Bidirecional. Esta configuração permite ao usuário ter uma qualidade superior e um atraso maior.
IPBB
Significa estrutura de quadros Intra e Prevista e Bidirecional e Bidirecional. Esta configuração permite ao usuário ter uma qualidade e um atraso ainda maiores.
Comprimento do GOP
Significa comprimento do Grupo da Imagem. Com esse valor, é possível alterar a distância (número de quadros) entre os quadros intra na transmissão de vídeo em MPEG-2.
Tipo de fluxo
Selecione entre VES (fluxo elementar de vídeo), que envia apenas informações de vídeo, ou PRG (fluxo de programa), que envia informações de vídeo e áudio.
Modo do filtro de entrada
Permite selecionar um filtro de ruído para aplicar ao sinal de vídeo antes de ser codificado. Possui quatro configurações: Nenhum, Baixo, Médio e Alto.
NOTA: A remoção de ruído do sinal de vídeo também reduz a nitidez da imagem. Se o sinal de vídeo estiver relativamente limpo, não aplique nenhum filtro (Nenhum). Quanto maior o nível de filtro, mais a imagem de vídeo fica desfocada. Manter uma imagem nítida cria mais pixels para codificar, o que usa mais largura de banda. É por isso que em algumas unidades de vídeo o padrão está configurado como Médio.
Controle da taxa de transferência de bits
Permite que o codificador reduza automaticamente a taxa de bits quando um dos descodificadores está reportando erros de transmissão (pacotes descartados). Isso geralmente acontece quando há muito movimento na câmera. O codificador reduz a taxa de bits tão baixo quanto necessário para permitir que todos os decodificadores recebam uma transmissão livre de erros. Quando o movimento diminui, o codificador aumenta gradualmente a taxa de bits até atingir o limite máximo configurado.
A troca entre baixa taxa de bits e erros de transmissão é que com uma taxa de bits baixa, a imagem permanece nítida, mas o vídeo pode aparecer agitado, enquanto com erros de transmissão a imagem contém ruídos, mas o vídeo permanece fluido.
Modo de compressão
Selecione entre SM4, a versão proprietária da compressão MPEG-4 da Verint ou ISO, a compressão MPEG-4 padrão.

Uso do stream

As opções de Uso do stream estão disponíveis somente para os decodificadores capazes de gerar várias transmissões de vídeo. Isso permite que você especifique o uso (ou função) de cada fluxo.
Ao vivo
Transmissão padrão para ver vídeos ao vivo no Security Desk.
Gravando
Stream gravado pelo Archiver para futura investigação.
Remoto
Stream utilizado para ver vídeos quando a largura de banda de internet é limitada.
Baixa resolução
Transmissão utilizada em vez da transmissão Ao vivo quando o ladrilho utilizado para visualizar a transmissão no Security Desk é pequeno.
Alta resolução
Transmissão utilizada em vez da transmissão Ao vivo quando o ladrilho utilizado para visualizar a transmissão no Security Desk é grande.

Configurações de rede

As opções de Configurações de rede permitem configurar o tipo de conexão usada pelo codificador de vídeo.
Porta UDP
Número da porta usada quando o tipo de conexão é UDP unicast. Se o codificador suportar múltiplos streams de vídeos, este parâmetro é diferente para cada stream.
Tipo de conexão
Define como a comunicação é estabelecida entre o Archiver e a câmera para enviar ou receber fluxos de vídeo.
Melhor disponível
Permite que o Archiver selecione o melhor tipo de conexão disponível para o stream. Os melhores tipos disponíveis são classificados nesta ordem, de acordo com a disponibilidade: Multicast, UDP, TCP, RTSP sobre HTTP e RTSP sobre TCP.
UDP Unicast
Força o stream a ser enviado em UDP para o Archiver. O stream deve ser formatado usando o protocolo RTP.
TCP Unicast
Força o envio da transmissão em TCP para o Archiver. Aqui, TCP é considerado no sentido amplo. Para alguns tipos de câmeras, o Archiver estabelece uma conexão TCP com a unidade e recebe a transmissão em um protocolo exclusivo. Para outros, o stream é enviado sobre HTTP. Tipicamente, a transmissão não é formatada de acordo com o protocolo RTP pela unidade. O Archiver precisa converter o stream para o protocolo RTP para ser arquivada ou retransmitida ao sistema.
Fluxo RTSP sobre HTTP
Este é um caso especial de conexão TCP. O Archiver usa o protocolo RTSP para solicitar o stream por um túnel HTTP. O stream é enviado de volta por esse túnel usando o protocolo RTP. Este tipo de conexão é usado para minimizar o número de portas necessárias para se comunicar com uma unidade. Normalmente, esse é o melhor modo de solicitar o stream quando a unidade está por trás de um NAT ou firewall, pois as solicitações enviadas a portas HTTP são facilmente redirecionadas por eles.
Fluxo RTSP sobre TCP
Este é outro caso especial de conexão TCP. O Archiver usa o protocolo RTSP para solicitar o stream em TCP. A solicitação é enviada à porta RTSP da unidade.
Igual ao da unidade
Caso especial para unidades Panasonic. O tipo de conexão é o mesmo para todos os fluxos da unidade. Quando presente, é o único tipo de conexão suportado. O tipo de conexão real deve ser configurado na página de configuração específica da unidade.
Endereço multicast
O endereço multicaste o número da porta são atribuídos automaticamente pelo sistema quando a unidade de vídeo é descoberta. Cada codificador de vídeo recebe um endereço multicast diferente com um número de porta fixa. Se o codificador for capaz de gerar múltiplos fluxos de vídeo, um endereço multicast deve ser atribuído a cada fluxo. Esta é a configuração mais eficiente.

Melhorar a qualidade na gravação manual

Aumenta temporariamente a qualidade de vídeo quando a gravação é iniciada manualmente por um usuário do Security Desk ao clicar no botão Gravar () ou no botão Adicionar marcador (). Esta opção está disponível somente para o fluxo de gravação.

Melhorar a qualidade na gravação de evento

Aumenta temporariamente a qualidade do vídeo quando a gravação é disparada por um evento do sistema (a ação Iniciar gravação foi executada, um alarme foi disparado, ou por causa de um evento de movimentação). As configurações de Aumentar qualidade na gravação de eventos têm prioridade sobre as configurações de Aumentar qualidade na gravação manual. A duração do aumento da qualidade do vídeo depende do tipo de evento e das configurações de gravação das câmeras.