Archiver - Aba Extensões - Security Center 5.9

Guia do Administrador do Security Center 5.9

series
Security Center 5.9
revised_modified
2020-01-20

Você pode usar a página Extensões para configurar os parâmetros de conexão comuns compartilhados pelas unidades de vídeo que são controladas pelo Archiver. As extensões são criadas automaticamente quando você adiciona uma unidade ao Archiver.

Clique na aba Extensões para visualizar ou definir as seguintes configurações:
Tempo limite da transação
Tempo gasto na espera de uma resposta antes de enviar novamente um comando para a unidade.
Porta de comando
(Somente Bosch) Porta usada pelo Archiver para enviar comandos para as unidades Bosch. Este campo tem valores padrão que são redefinidos sempre que o campo Protocolo for modificado.
Protocolo
(Somente Bosch) Protocolo de transporte usado pelo Archiver para enviar comandos para as unidades Bosch.
Os resultados aceitos são:
RCP
Usa RCP+ sobre TCP (padrão). A porta de comando deve ser definida como 1756.
HTTP
Usa HTTP ou HTTPS (RCP+ sobre CGI).
IMPORTANTE: Para registrar uma unidade Bosch usando HTTP ou HTTPS, você deve criar manualmente a extensão Bosch ou modificar uma existente.
  • Para usar HTTP, configure Porta de comando para corresponder ao valor de Porta HTTP de navegador configurado na unidade Bosch.
  • Para usar HTTPS, defina Usar HTTPS como Ligado no grupo Logon padrão e defina Porta para corresponder ao valor de Porta HTTPS de navegador configurado na unidade Bosch.
NOTA: As portas de comando configuradas na extensão Bosch são valores padrão. Os valores configurados nas unidades Bosch podem ser diferentes. A Porta de descoberta deve corresponder aos valores configurados nas unidades Bosch.
Porta RSTP
RTSP (Real Time Streaming Protocol) usado pelo Archiver para solicitar o vídeo das unidades que suportam este protocolo.

A porta RTSP é usada para ouvir os pedidos RTSP (Real Time Streaming Protocol). Quando várias funções de arquivamento estão hospedadas no mesmo servidor, esse valor deve ser exclusivo para cada uma. O valor configurado não pode ser o mesmo que qualquer valor usado para a função Media Router, seu agente redirecionador ou qualquer Auxiliary Archiver hospedado no mesmo servidor.

porta VSIP
(Somente Verint) Porta usada para descoberta automática. Todas as unidades que são controladas através da mesma extensão Verint devem ser configuradas com a mesma Porta VSIP. Todas as extensões Verint configuradas para o mesmo Archiver devem ter diferentes portas de descoberta.
Recusar autenticação básica:
Use esta opção para ativar ou desativar a autenticação básica para uma extensão. Isso é útil se você tiver desativado a autenticação básica do Security Center InstallShield, mas você precisará ativá-la novamente para usar uma câmera que suporte somente a autenticação básica. Para ativar novamente a autenticação básica, você deve colocar a opção Recusar autenticação básica em Desligado.
Porta de descoberta
Porta de descoberta automática. Se várias instâncias do mesmo tipo de extensão estiverem configuradas para o mesmo Archiver, todas elas devem usar uma porta de descoberta diferente.
  • (ACTi) Corresponde a Porta do servidor de pesquisa 1 nas configurações do servidor de vídeo ACTi.
  • (Bosch) Todas as unidades que são controladas através da mesma extensão Bosch devem ser configuradas com a mesma porta de descoberta.
NOTA: Se você decidir alterar a Porta de descoberta depois que as unidades forem descobertas, você deve criar uma nova extensão com a nova porta de descoberta e excluir a antiga. Se as unidades não forem descobertas automaticamente, você deve adicioná-las manualmente.
Porta de resposta de detecção
(ACTi e Interlogix) Corresponde a Porta do servidor de pesquisa 2 nas configurações do servidor de vídeo ACTi.
Período de unicast
Período de tempo em que a extensão repete os testes de conexão usando unicast para determinar se cada unidade ainda está ativa no sistema.
Período de multicast
Período de tempo em que a extensão tenta descobrir novas unidades usando multicast. Esta opção pode ser desativada.
O endereço IP que se segue é o endereço IP multicast padrão usado pelo Omnicast™. Altere o endereço IP multicast padrão somente se ele já for usado para outra coisa.
Período de difusão
Período de tempo em que a extensão tenta descobrir novas unidades usando a transmissão. Esta opção pode ser desativada.
Logon padrão
Certos tipos de unidades podem ser protegidos por um nome de usuário e uma senha contra acesso ilegal. As credenciais de logon podem ser definidas individualmente para cada unidade ou para todas as unidades usando a mesma extensão.
Nome do usuário
Certos tipos de unidades (como a Axis) requerem um nome de usuário.
Senha
Certos tipos de unidades (como a Bosch) requerem uma senha.
Usar HTTPS
Selecione esta opção para usar o Secure Hypertext Transfer Protocol para segurança adicional.
NOTA: Para unidades Bosch, esta definição só aparece quando Protocolo é definido como HTTP. Quando Usar HTTPS está definido como Ligado, a Porta definida aqui tem prioridade sobre a Porta de comando.
Porta de notificação TCP
(Panasonic e Interlogix) utilizados pela função Archiver para receber notificações das unidades. Quando ocorre um evento, como Perda de Sinal ou Sinal recuperado, a unidade inicia uma conexão TCP com o Archiver e envia a notificação através desta porta.
Canal de notificação
(Somente para o Interlogix) Quando você configura várias funções Archiver para ouvir as mesmas unidades, como em uma lista de failover, cada Archiver deve ser identificado com um canal de notificação diferente (1 a 8). Você pode ignorar esse parâmetro se você estiver usando apenas um Archiver.
Para várias funções Archiver, você deve seguir estas regras:
  • Todas as funções Archiver que controlam as mesmas unidades devem ser configuradas com a mesma porta de notificação TCP.
  • Todas as funções Archiver devem usar um canal de notificação diferente.
Configurações do Bosch VRM
As configurações VRM são exclusivas do Bosch VRM (Video Recording Manager). É possível usar estas configurações para consultar e reproduzir vídeos das câmeras Bosch gerenciadas por um Bosch VRM. Várias extensões Bosch podem usar o mesmo VRM.
Os VRMs atuam como failovers se um VRM ficar offline ou inacessível. Se todos os VRMs listados em uma extensão não estiverem configurados corretamente, o vídeo arquivado poderá não ser encontrado pelo Archiver. É possível adicionar mais de um VRM a uma extensão Bosch e usar os botões mover para cima () e mover para baixo () para mover um VRM para cima ou para baixo na lista. O Archiver usa o primeiro VRM na lista para consultas e vídeos arquivados. Se o primeiro VRM não estiver disponível, o Archiver usa o próximo VRM na lista.
NOTA: Para que o Bosch VRM funcione corretamente no Security Center, é necessário configurar a senha do CHAP no dispositivo. Consulte a documentação da Bosch para obter informações sobre como configurar a senha do CHAP.
Configurações específicas do Verint:
As configurações a seguir são encontradas apenas nas unidades Verint.
Exibir todos os fluxos de vídeo disponíveis como câmeras separadas
(Somente Verint) O Omnicast™ suporta codificadores que geram múltiplas transmissões de vídeo da mesma fonte de vídeo. Quando esses codificadores são descobertos, o Archiver cria um codificador de vídeo com múltiplas alternativas de transmissão.
Selecione esta opção para representar cada fluxo de vídeo como uma câmera separada.
NOTA: Esta opção requer uma licença de conexão de câmera para cada fluxo.
Configurações SSL
SSL (Secure Sockets Layer) é um protocolo usado para proteger aplicativos que precisam se comunicar através de uma rede. O Security Center suporta SSL em todas as transmissões de mensagens entre o Archiver e as unidades, exceto para transmissões de vídeo, porque o volume de dados é muito alto. O objetivo do uso de SSL no Security Center é evitar ataques, não é evitar a interceptação.
Selecione Impor SSL somente se for necessário impor SSL em todas as unidades controladas por este Archiver. Se esta opção for apagada, o Archiver usará SSL somente para se comunicar com as unidades nas quais o SSL está habilitado.
Configurações de segurança avançadas
Dependendo do certificado usado na câmera, pode ser necessário definir algumas configurações avançadas de segurança.
Permitir autoridade de certificação desconhecida
Defina esta opção como LIGADO para o Archiver aceitar certificados autoassinados.
Permitir certificados que não sejam de servidor
Defina esta opção como LIGADO para que o Archiver aceite certificados que não sejam do servidor.
Permitir certificados com nome de assunto inválido
Defina esta opção como LIGADO para que o Archiver aceite certificados que não tenham o endereço de IP ou o nome do host da unidade digitados como o nome do assunto e o nome alternativo.
Permitir certificados com data inválida
Defina a opção como LIGADO para o Archiver aceitar certificados expirados.
Configurações avançadas
As configurações avançadas estão reservadas para uso do Centro de Assistência Técnica Genetec™.
Configurações de NTP
Sincroniza o tempo entre as unidades que suportam NTP (Network Time Protocol) e o servidor NTP. Manter o tempo de sincronização das unidades é particularmente importante para as unidades que manipulam o arquivamento de vídeo.
Você deve definir os seguintes parâmetros:
Servidor NTP
Especifique o nome do servidor NTP.
Porta NTP
Especifique o número da porta do servidor NTP.
Tempo limite de consulta
Especifique a frequência com que deseja que o tempo nas unidades seja verificado para garantir que elas estejam corretamente sincronizadas com o servidor NTP. Por exemplo, se 60 segundos for inserido, o tempo será verificado a cada 60 segundos.