Sobre portas - Security Center 5.9

Guia do Administrador do Security Center 5.9

series
Security Center 5.9
revised_modified
2020-01-20

Uma entidade de porta representa uma barreira física. Frequentemente, é uma porta, mas também pode ser um portão, uma catraca ou qualquer outra barreira controlável. Toda porta tem dois lados, chamados de Entrada e Saída por padrão. Cada lado é um ponto de acesso (entrada ou saída) de uma área protegida.

Existem três configurações básicas de porta:
Entrada/saída do cartão
São necessários dois leitores.
Entrada do cartão/saída REX
É necessário um leitor.
Portas sem leitores
Não são necessários leitores.

Portas sem leitores

Se um leitor não for necessário para uma configuração de porta, as E/S encontradas nos módulos de interface (como HID VertX V200 e V300) podem ser usadas para controlar o REX, o sensor da porta e o seu bloqueio. Não é necessário vincular regras de acesso a uma porta sem leitor, mas ainda é possível atribuir agendamentos de desbloqueio a portas sem leitor.
A seguir encontram-se alguns exemplos de onde as portas sem leitor podem ser usadas:
Saídas de incêndio
Trancadas pelo lado de fora, com uma barra anti-pânico para abrir a porta do interior usando um REX.
Estádios, teatros, arenas
Todos devem entrar pela bilheteria. Uma vez que o evento esteja concluído, muitas saídas são disponibilizadas para diminuir o congestionamento na entrada principal.

Fiação de portas

É recomendado ter um eletricista para verificar a funcionalidade entre todos os sensores de porta e atuadores.

Sinais sonoros de portas

Você pode atribuir uma saída da unidade de controle de acesso para soar um sinal sonoro na página Hardware. O alarme de som não se refere ao bipe do leitor, mas sim a um alarme de som externo que está conectado a um relé de saída na unidade de controle de acesso. A saída do alarme de som é acionada pelas ações Alarme de som e Silenciar alarme.

Sensores de entrada

Você pode configurar um sensor de entrada em cada lado de uma porta para aumentar a precisão de contagem de pessoas e a aplicação de regras de restrição de acesso avançadas em áreas, como anti-passback e regra de primeira pessoa. O sistema só pode gerar o evento Entrada detectada quando um sensor de entrada é acionado. Na ausência de um sensor de entrada, o sensor de porta é usado, e a entrada é assumida quando o sensor de porta é acionado. Se ambos os tipos de sensores estiverem ausentes, a entrada é assumida quando um acesso é concedido.

Sensores de bloqueio

É possível configurar um sensor de bloqueio ao lado de um sensor de porta e uma trava de porta para monitorar quando a trava está em estado não seguro (). Quando os três estão configurados, o sistema pode gerar o evento Porta não segura se ocorrer o seguinte:
  • O sensor da porta indica que a porta está fechada e a trava indica que a porta está trancada, mas o sensor da porta indica que a porta está destrancada.
  • O evento A porta forçada para abrir é gerado.
  • O evento Porta aberta por muito tempo é gerado.

Regra de duas pessoas

Você pode proteger uma área com alto nível de proteção com a regra de duas pessoas. A regra de duas pessoas é a restrição de acesso aplicada a uma porta que exige que dois titulares de cartão (inclusive visitantes) apresentem as credenciais com um certo intervalo entre si para ganhar acesso.
NOTA: Um visitante que necessite de um host não pode ser contado como uma das duas pessoas na regra de duas pessoas.
DICA: Uma porta pode ser configurada no Security Center para proteger uma área física (uma divisão) sem necessariamente configurar uma área protegida se não houver outros tipos de restrições de acesso que precisam ser aplicadas.