Configurando funções do Media Gateway - Security Center 5.10

Guia do administrador da Central de segurança 5.10

Applies to
Security Center 5.10
Last updated
2022-11-14
Content type
Guias > Guias do administrador
Language
Português
Product
Security Center
Version
5.10

É possível habilitar o protocolo RTSP no seu sistema ou melhorar o desempenho de transmissão da função Web Server, alterando as configurações da função Media Gateway ao qual foi atribuído.

Antes de iniciar

Se deseja ativar o protocolo RTSP, a opção Número de transmissões RTSP na sua licença Security Center deve ser maior do que zero.

O que você deve saber

O protocolo RTSP está desativado por padrão por motivos de segurança. Ao ativá-lo, recomendamos ativar também a Autenticação do usuário.

Procedimento

  1. Abra a tarefa Vídeo e selecione a função do Archiver a configurar.
  2. Na árvore de entidades, clique na função Media Gateway e clique na guia Recursos.
  3. (Opcional) Altere o servidor primário da função.
  4. Para configurar a distribuição de carga para o Media Gateway, adicione servidores à função.
    1. Na lista Servidores, clique em Adicionar um item ().
      Aparece uma caixa de diálogo listando todos os servidores restantes em seu sistema ainda não atribuídos à função.
    2. Selecione o servidor que deseja adicionar e clique em Adicionar.
    Todas as solicitações de transmissão de vídeo são distribuídas entre os servidores listados.
  5. Clique na aba Propriedades.
  6. (Opcional) Habilite o protocolo RTSP.
    1. Na seção RTSP, ligue a opção Habilitar.
    2. Certifique-se que o Endereço multicast inicial padrão e as configurações de porta para IPv4 e IPv6 não entrem em conflito com outras funções, como as funções do Archiver, do Media Router, redirecionadores e outros aplicativos no seu sistema.
      No multicast, todas as fontes de vídeo são transmitidas para diferentes endereços multicast usando o mesmo número de porta, pois os comutadores e roteadores multicast usam o endereço IP de destino para fazer suas decisões de roteamento. Da mesma forma, o Media Gateway atribui o mesmo número de porta a todas as câmeras de transmissão, começando com o endereço IP especificado e adicionando 1 para cada nova câmera encontrada.
    3. Se a porta de escuta padrão (654) entrar em conflito com outras funções ou outros aplicativos no seu servidor, selecione um número de porta diferente.
    4. Ative a opção Exigir TLS (RTSPS) para forçar os aplicativos clientes RTSP a usar transporte seguro (TLS) para se comunicarem com esta função Media Gateway.
    5. Ative a opção Autenticação do usuário para limitar as contas de usuário que aplicativos clientes RTSP, como softwares de análise de vídeo de terceiros, podem usar para se comunicarem com o Media Gateway.
      Se desabilitar esta opção, qualquer pessoa poderá se conectar ao Media Gateway. Recomendamos ativar esta opção para aumentar a segurança do seu sistema; no entanto, é possível desativá-lo se souber que a sua rede é segura.
      NOTA: As câmeras que um aplicativo cliente RTSP pode visualizar no sistema dependem da conta de usuário que o cliente usa para fazer logon no Security Center. Se RTSPS estiver desabilitado, você deve adicionar especificamente os usuários aos quais você permite o acesso a esta função Media Gateway para a lista Acessível para. Atribua a cada usuário uma senha diferente da usada para se conectar ao Security Center para minimizar os riscos de expor suas senhas do Security Center. Se RTSPS estiver ativado, o Media Gateway usa credenciais Security Center normais para validar o acesso. Além disso, os usuários do Security Center devem ter o privilégio Fazer logon usando o SDK.
  7. Se necessário, altere as portas HTTP padrão e o URL usados para conectar-se ao Media Gateway.
  8. Se necessário, altere as configurações padrão de transmissão de vídeo para os aplicativos Web Client.
    Decida entre uma das cinco transmissões padrão: Ao vivo, Gravação, Remota, Baixa resolução, Alta resolução ou Automático.
    Com a opção Automático, o Media Gateway decide entre a transmissão Baixa resolução, Ao vivo ou Alta resolução, com base na resolução do bloco de visualização no navegador. Os limites a seguir ajudam o Media Gateway a tomar essa decisão.
    Baixa resolução para ao vivo
    Resolução na qual o Media Gateway decide usar a transmissão Ao vivo. Abaixo desta resolução, o Media Gateway usa a transmissão Baixa resolução.
    Ao vivo para alta resolução
    Resolução na qual o Media Gateway decide usar a transmissão Alta resolução.
  9. Decida se o Media Gateway deve ter permissão para transcodificar e em que situação.
    A transcodificação exige muito da CPU e só deve ser executada por servidores de ponta. Você tem as seguintes opções:
    Nunca
    O Media Gateway nunca transcodifica. Se o dispositivo cliente não puder decodificar a transmissão, o erro "Codec não compatível" será exibido.
    Somente para controle de PTZ e Mobile Server
    A função Mobile Server pode solicitar transmissões transcodificadas a qualquer momento. Outros aplicativos podem usar a transcodificação somente para reduzir a latência do vídeo enquanto o usuário está controlando um PTZ, caso contrário, uma mensagem de erro é exibida.
    Sempre (para codecs e dispositivos não suportados)
    O Media Gateway transcodifica quando:
    • O aplicativo cliente solicita.
    • A câmera PTZ está sendo movida (para reduzir a latência).
    • O codec usado pela câmera não é compatível com o aplicativo cliente.
  10. Se você permitir que o Media Gateway use transcodificação, defina as seguintes configurações:
    Resolução máxima para transcodificação de MJPEG
    Ao transcodificar, reduza a transmissão transcodificada resultante para esta resolução. A transmissão que não foi transcodificada permanece intocada.
    Taxa de quadros
    Taxa máxima de quadros da transmissão transcodificada resultante.
  11. Clique em Aplicar.